Dermatite Alergica À Picada de Pulga

Definição:
PulgaA dermatite alérgica à picada de pulga (DAPP) é uma reacção de hipersensibilidade a 1 ou + componentes da saliva da pulga. Os animais que apresentam esta hipersensibilidade ao serem picados por uma pulga, vão apresentar prurido, inflamação e auto mutilação. Em quase todo o mundo, a alergia à picada de pulga é a causa mais comum de doenças de pele.

Sintomas:
O animal manifesta prurido intenso, que se manifesta sob a forma de morder, coçar e esfregar-se no chão. Os gatos podem lamber-se em exagero ou arrancar os próprios pêlos. Estes comportamentos provocam pápulas e eritemas no dorso e flancos. Em consequência dos auto traumatismos infringidos, surge inflamação crónica, falha de pêlo, descamação e a pele pode mesmo tomar a cor negra e não voltar a surgir pêlo.A localização mais frequente das lesões é a base da cauda e região lombar dorsal. Também é frequente ver lesões na região caudal dos músculos, na região inguinal e abdómen. Em casos crónicos há uma extensão das lesões em direcção à cabeça.Os gatos com esta doença têm crostas tanto na região cervical como lombar dorsal. Em alguns casos, as lesões podem limitar-se ao abdómen, região inguinal ou região cervical.Nas piores situações surgem focos de infecção bacteriana (dermatites superficial e profunda) que exigem tratamento simultâneo com antibióticos.

Diagnóstico:
O diagnóstico baseia-se na observação da distribuição das lesões, incorrecta desparasitação externa, maior incidência no período de existência de maior número de pulgas no ambiente e observação de pulgas, ou fezes de pulgas.Esta reacção alérgica pode estar associada a outros processos alérgicos paralelos. Cães que apresentam história de otites recorrentes de origem alérgica poderão ser alérgicos a outras coisas simultaneamente.Para comprovar o diagnóstico existem provas que se podem fazer tais como teste de alergia intradérmicos ou ao sangue.

Tratamento:
O tratamento consiste na eliminação da exposição à saliva da pulga. Um controlo eficaz das pulgas é capaz de controlar o problema em 90% dos casos, sem tratamento adicional.O completo controlo das pulgas exige tratar o animal afectado e todos os animais no ambiente que o rodeiam. Muitas vezes é também necessário desinfestar o ambiente através da aplicação de produtos que matam as formas evolutivas e os ovos de pulga.Em casos de dermatites com infecção bacteriana é necessário administrar antibióticos. A pele danificada recupera mais rapidamente com a administração simultânea de humidificantes e suplementos de ácidos gordos.Em casos de prurido extremamente intenso pode ser vantajosa a administração de glucocorticoides e anti-histamínicos. A administração de glucocorticoides deverá ser reduzida ao tempo indispensável para controlar o prurido.

Prevenção:
A prevenção mais eficaz de DAPP é feita através de um controlo rigoroso das pulgas.Um descuido poderá originar nova crise nos animais alérgicos.

Partilhe com os seus amigos!

Esta entrada foi publicada em Doenças com as tags , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.